Laser Íntimo

O que é o Laser Íntimo?
É uma inovadora e não invasiva terapia a laser, muito utilizada na Europa e Estados Unidos, que resulta no rejuvenescimento da mucosa vaginal, recuperando sua elasticidade, espessura e umidade.
O tratamento se resume em utilizar o laser de Erbio: YagLaser para causar efeitos térmicos no tecido vaginal, estimulando, remodelando e causando um aumento da neovascularização do tecido conjuntivo, de fibroblastos e consequente síntese de novas fibras de colágeno e elastina.
 
Como é feito o procedimento?
O tratamento é efetuado com a paciente em posição ginecológica, em consultório, sendo introduzida através do espéculo dentro da cavidade vaginal, uma ponteira pela qual são emitidos os pulsos do laser.
O procedimento se resume em três sessões que duram cerca de 30 minutos e são realizadas com um intervalo de 1 mês. O procedimento é completamente indolor, sem queimaduras, sem cortes e sem sangramento, evitando assim qualquer tipo de desconforto à paciente.
 
Recomendações prévias / posteriores:
O procedimento de Laser Íntimo não necessita de nenhum tipo de preparo prévio para sua realização.
Cuidados posteriores também não são necessários, ou seja, logo após o procedimento as pacientes já poderão retornar para as suas atividades normais do dia a dia.
Recomendamos sete dias de abstinência sexual após a realização do procedimento e, posteriormente, o retorno ao seu ginecologista.
 
Quais são as indicações?
Esse procedimento é indicado para mulheres na peri e pós-menopausa que começam a apresentar os primeiros sintomas da Síndrome Genito-Urinária da Menopausa, tais quais :
– Ressecamento vaginal e perda de elasticidade;
– Dispareunia (Dor ao coito);
– Prurido vulvovaginal e corrimentos de repetição (em pacientes com baixo nível de estrogênio);
– Incontinência urinária leve;
– Disúria e infecção urinária (Dor durante a micção), relacionadas a baixa do nível de estrogênio;
– Nos casos da Síndrome de Relaxamento Vaginal, que é a perda da forma estrutural original da vagina através da tensão excessiva provocada durante o parto;
– Atrofia da Mucosa Vaginal causada não só pela menopausa como também pelo uso de medicamentos anti-estrogênicos e ou quimioterápicos, utilizados no tratamento de câncer de mama.
 
E as contra-indicações?
A realização do procedimento não é indicada para mulheres durante a gravidez e na presença de tumores do trato genital baixo (colo do útero, vagina e vulva).
 
Vantagens do tratamento:
Nos estudos realizados, duas sessões por ano foram suficientes para uma significante recuperação da elasticidade e espessura vaginal, aumentando a satisfação na vida sexual da paciente e diminuindo suas queixas urinárias, melhorando a sua qualidade de vida em geral.
Com o início desse novo procedimento a Clinica Katz afirma, mais uma vez, a sua missão de ser referência em excelência no diagnóstico para mulher, com tecnologia de ponta e com atendimento profissional de qualidade, ético e humano.